fbpx

Com mais de 2,25 milhões de veículos movidos a GNV no Brasil, o seu uso pode ajudar a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, revela o quarto Policy Brief da série Cátedra Escolhas

O texto de Roberto Amaral mostra que políticas favorecendo GNV em estados produtores de etanol podem não se mostrar ambientalmente efetivas 

O Gás Natural Veicular (GNV) é uma opção de combustível mais barata, podendo chegar a 60% do preço do etanol e da gasolina e com menor emissão de gás carbônico do que esses dois produtos.  Quando o motorista investe em GNV reduz a demanda pelos demais combustíveis, impactando negativamente seus preços. É o que mostra o bolsista da Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente, Roberto Amaral Santos, no Policy Brief  “Veículos GNV, meio ambiente e mercado de combustíveis”. Baseado na dissertação de mestrado “Natural gas vehicles in Brazil: consequences to fuel markets”, apresentada à Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas em 2018, o PB é o quarto da série Cátedra Escolhas, programa que tem o Itaú como um dos patrocinadores.

Os veículos movidos a GNV representam 3% da frota brasileira (aproximadamente 2,25 milhões de veículos) e 5% da frota do Sudeste (aproximadamente 1,7 milhões de veículos) revela o texto, que faz simulações de acordo com crescimento da frota de automóveis com este tipo de combustível para o estado do Rio de Janeiro, considerando três cenários diferentes. O Policy Brief também faz recomendações para políticas públicas, apresentando as possibilidades para a expansão da oferta e os benefícios econômicos e ambientais do GNV.

O autor Roberto Amaral Santos destaca a importância do programa. “A Cátedra do Instituto Escolhas foi um passo importante na minha jornada para me tornar um economista do meio ambiente. Após o apoio do Escolhas no meu mestrado, segui para o doutorado com o objetivo de continuar pesquisando em economia do meio ambiente”, afirma.

 

Série bolsistas:

“Mudanças Climáticas no Brasil: efeitos sistêmicos sob cenários de incerteza”, de Bruno Santos Souza

 “Água virtual exportada pelo Brasil por meio de produtos agropecuários”, de Jaquelini Gelain

“Quanto custa a imobilidade urbana em São Paulo?”, de Ricardo Campante

“Veículos GNV, meio ambiente e mercado de combustíveis”, de Roberto Amaral

Sobre a Cátedra

A Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente, que conta com o patrocínio do Itaú, oferece bolsas de mestrado e doutorado para estudantes de pós-graduação interessados em estudar Economia em sua interface com o Meio Ambiente. Conheça os bolsistas e os trabalhos desenvolvidos por eles nas redes sociais do Instituto Escolhas.

Desde 2016, a Cátedra já beneficiou 23 bolsistas de diversos estados do Brasil, sendo que onze já defenderam a tese.