fbpx

Policy Brief Cátedra Escolhas mostra que trabalhadores perdem R$ 7 bilhões com trânsito ruim em São Paulo

Com o título “Quanto custa a imobilidade urbana em São Paulo?”, terceira edição da série especial é assinada pelo economista Ricardo Campante

Com mais 43 milhões de viagens por dia na cidade de São Paulo, o paulistano enfrenta uma média de 1.472 km de engarrafamento. Além disso, a estimativa é que 89% das viagens sofram atrasos. E “Quanto custa a imobilidade urbana em São Paulo?”. O terceiro Policy Brief da série Cátedra Escolhas, assinado pelo economista Ricardo Campante Vale responde: o prejuízo é de mais de R$ 7 bilhões por ano e para cada trabalhador é de R$ 747,00. O autor é bolsista da Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente, que tem o Itaú como um dos patrocinadores.

O autor faz recomendações para uma política de tráfego sustentável, mostrando que isso significa a possibilidade de alteração das preferências de transportes dos cidadãos e que considerem fatores que influenciam essas preferências, como segurança, conforto, agilidade e previsibilidade dos transportes.

Policy Brief foi elaborado a partir da dissertação de mestrado “Os custos do bem-estar no congestionamento da região metropolitana de São Paulo” defendida em 2018. Campante, destaca a importância do programa de bolsas. “O principal benefício em ter sido bolsista da Cátedra Escolhas foi ter tido a oportunidade de conhecer várias pessoas que ampliaram meu horizonte de conhecimento e polinizaram novas ideias. O contato com os outros bolsistas, professores e com a equipe do Escolhas se perpetuaram para além do período de bolsa”, finaliza.

Série bolsistas:

“Mudanças Climáticas no Brasil: efeitos sistêmicos sob cenários de incerteza”, de Bruno Santos Souza

 “Água virtual exportada pelo Brasil por meio de produtos agropecuários”, de Jaquelini Gelain

“Quanto custa a imobilidade urbana em São Paulo?”, de Ricardo Campante

Sobre a Cátedra

A Cátedra Escolhas de Economia e Meio Ambiente, que conta com o patrocínio do Itaú, oferece bolsas de mestrado e doutorado para estudantes de pós-graduação interessados em estudar Economia em sua interface com o Meio Ambiente. Conheça os bolsistas e os trabalhos desenvolvidos por eles nas redes sociais do Instituto Escolhas.

Desde 2016, a Cátedra já beneficiou 23 bolsistas de diversos estados do Brasil, sendo que onze já defenderam a tese.