fbpx


Contexto

De onde vem o ouro?


#Amazôniasemgarimpo

A crise econômica decorrente da pandemia da Covid-19 aumentou a busca por ativos financeiros mais seguros e levou à disparada do preço do ouro nos mercados internacionais. As exportações brasileiras cresceram 30,5%, totalizando US$ 3 bilhões entre janeiro e agosto, com a remessa de 64 toneladas de ouro. O novo boom do ouro, estimulado também pelo movimento de legalização de garimpos e pela diminuição da fiscalização ambiental sobre a atividade garimpeira, tem na Amazônia seu epicentro.

O Instituto Escolhas está lançando a campanha De onde vem o ouro? #Amazôniasemgarimpo com dados e argumentos para que consumidores e investidores evitem um negócio que põe em risco a maior floresta tropical do planeta. A campanha mostra ainda que o mercado financeiro, que não está livre do ouro de origem ilegal, não se preocupa em indagar a origem do ouro dando devido lasto ambiental de suas operações.

O Texto para Discussão do Instituto Escolhas “A nova corrida do ouro na Amazônia” mapeia os maiores arrecadadores da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), as concessões de lavras garimpeiras e os impactos econômicos e ambientais.

Notícias

A matéria assinada por Nicola Pamplona, publicada pela Folha de S. Paulo, mostra o avanço do garimpo ilegal,
o mercado de ouro e traz os dados econômicos publicados no TD.

news