fbpx

Novo Texto para Discussão do Escolhas analisa a crise hídrica e energética que vive o País

O que se pode aprender em vinte anos? Para o setor elétrico, pelo visto, muito pouco ou nada. Afinal, duas décadas após o racionamento de energia de 2001, que ficou conhecido como crise do apagão, o Brasil volta a viver a assombração de não ter eletricidade suficiente para garantir o consumo de populações e setores econômicos. Se não bastasse, isso acontece no pior momento possível, quando o Brasil precisa de energia para a recuperação econômica após mais de um ano e meio de retrocessos com a Covid-19.

O novo Texto para Discussão do Instituto Escolhas, “Apagão em 2021? O Brasil repetindo os erros do passado”, lançado hoje, 14 de julho, traz uma análise da crise hídrica e energética que vive o País, mostrando tudo o que poderia ter sido feito para que não chegássemos a este ponto de novo e o que ainda podemos fazer para ter segurança no fornecimento de energia e menores impactos ao meio ambiente e ao bolso dos consumidores.

“O que vivemos hoje mostra que as saídas encontradas nos últimos anos não serviram. Precisamos mudar o pensamento setorial e fazer uma contratação massiva e urgente de fontes renováveis de energia, sobretudo eólica, solar e de biomassa, para complementar a geração hidrelétrica do país e ajudar na recuperação dos reservatórios”, aponta Larissa Rodrigues, gerente do Escolhas.

Confira aqui o Texto para Discussão na íntegra.

 

Leia mais: 

“Crise hídrica indica que riscos climáticos não são considerados adequadamente, diz Escolhas”, matéria da Megawhat Energy embasada no novo documento.

Veja aqui todos os estudos do Escolhas